A importância de focar no processo

Desde o início da quarentena tem sido meta de muitas pessoas o aprendizado de novas habilidades e cultivo de bons hábitos. Apesar de estarmos relativamente com mais tempo, não é fácil assim criar novas rotinas produtivas, e a constante pressão por mudanças pode acabar tendo o efeito reverso, causando frustração e desistências daquelas importantes metas pessoais.  

Calma, respire. 

Mais importante que desenvolver qualquer nova habilidade é a arte de aprender a aprender. Ter autoconhecimento e inteligência emocional são ferramentas prévias a qualquer processo de mudança. Gostaria de contar a história de uma grande amiga para exemplificar um dos aprendizados mais importantes na criação de bons hábitos.

A criação de novos hábitos na prática 

Lembra da Ana? Pois então. Uma de suas metas deste ano era perder 7 kg. Como Ana é uma garota inteligente, ela colocou no papel seu objetivo e os meios de conquistá-lo. Ela sabe que precisa de uma rotina de exercícios aliada a uma boa alimentação. Decidiu então, experimentar a dieta cetogênica e começar musculação.

Captura de Tela 2020-05-02 às 19.54.40

Você sabe como Ana é. Motivada e disciplinada.

Acordou cedo todos os dias, fazia uma dieta regrada e academia diariamente. Ana estava muito focada, queria muito aquilo. Toda sua disciplina te fez conseguir segurar sua compulsão alimentar por doces, e apesar de não gostar tanto de musculação, se esforçava para não faltar nenhum dia. Depois de 5 meses Ana se pesou e ficou muito feliz com seu resultado, havia conquistado sua meta! E viveu feliz para sempre, fim. Só que não.

O problema é que Ana esqueceu da etapa após conquistar seu objetivo – a de manter os resultados.

Captura de Tela 2020-05-02 às 19.53.31

Com o tempo, sentiu-se desmotivada em continuar sua dieta regrada e sempre arranjava desculpas para faltar na academia, já que achava entediante passar horas na esteira e levantando pesos. As gordurinhas voltaram rápido, e frustrada Ana jogou tudo pro alto, era chocolate e pizza todo dia! Que tragédia 😦

Bom, a primeira lição que Ana tem que aprender com sua vivência, é:

  • Não dependa da motivação

A motivação é como uma pilha, ela não é infinita. Ao utilizar em excesso ela se esgota, e como recarregar? Descansando, se alimentando bem, e mais importante de tudo, ter seus objetivos pessoais claros, junto com uma rotina produtiva. Devemos considerá-la com uma ferramenta para turbinar nossos hábitos, mas nunca devemos depender 100% dela. 

O segundo ponto importante que temos que ter em mente na hora de conquistar/manter novos hábitos é:

  • O processo é infinito 

O que quero dizer com isso? Quando se trata de criar bons hábitos ou alcançar metas que durem, o processo é pra sempre, não existe terminar. Não adianta você fazer a melhor dieta do mundo sendo que não vai conseguir manter ela por um bom tempo. 

Então como manter bons hábitos sem depender da Motivação?

Simples, você tem que curtir a caminhada! A chave é focar nos meios e não nos fins. 

O processo só é sustentável se você tem prazer naquilo de alguma forma. 

Só será possível manter um hábito se existir prazer naquilo que faz. Claro que nem tudo é 100% felicidade, a disciplina e foco também são essenciais, mas se você não estiver curtindo o processo, pode ter certeza que este novo hábito já tem um prazo de validade para expirar. 

Ana só falhou em sua meta porque não estava curtindo o que fazia. Dieta cetogênica, dieta low carb, vegetariana, mediterrânea, etc qual é a melhor a e que mais funciona? Todas e ao mesmo tempo nenhuma. A dieta vai funcionar apenas se você conseguir seguir ela de forma sustentável, e para isso ela tem que encaixar em sua rotina e existir prazer em segui-la. 

Como fazer então?

Basicamente, tentativa e erro. O segredo é testar vários caminhos até chegar em algum que você tenha tanta satisfação que até esqueça o objetivo final de estar fazendo aquilo, ou seja que não se importe tanto com o fim, e sim com o meio. Olha só como ficou a nova meta de Ana.
Captura de Tela 2020-05-02 às 19.57.17

Ela seguiu o conselho e tentou inúmeras dietas e variados tipos de atividades físicas. Para ela, o que funcionou melhor foi tornar-se vegetariana e voltar a fazer dança, que era uma grande paixão sua quando criança. Tudo aquilo se encaixou tão bem em sua vida, que seguia sua dieta todos os dias e não via a hora de chegar o momento da aula de dança.

Desenvolvimento de novas habilidades não é fácil, independente de tempos de crise ou não. O aprendizado final é o autoconhecimento, saber o que te agrada faz toda a diferença na hora de conquistar suas metas pessoais. Não gostou de correr ou fazer musculação? Tudo bem, tem outras 100 opções que você pode escolher! 

Basta ir testando e uma hora você acha 😉

Captura de Tela 2020-05-03 às 18.19.34
Criador do desenvolva-C e
apaixonado por desenvolvimento pessoal

fb_icon_325x3251200x630bb

2 comentários sobre “A importância de focar no processo

  1. Muito feliz que a Ana tenha voltado trazendo um tema tão importante, principalmente no momento que estamos vivendo. As vezes focamos tanto no resultado final, que isso acaba gerando uma ansiedade. Quando na verdade esquecemos do processo e o quanto ele pode ser prazeroso e repleto de aprendizado. Parabéns pelo ótimo conteúdo 👏

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s