Minha experiência trabalhando em uma fazenda na Sicília #semana31

Cansado depois de quase 10 horas dentro do ônibus, despertei e fiquei impressionado com a paisagem.

IMG_20180312_070833047 (1)

Já estava na ilha de Sicília, a parte mais ao sul da Itália. Depois de trabalhar quase 2 meses em Nápoles, decidi me aventurar nas terras sicilianas, cheias de cultura, belas praias, riqueza de cores e (é lógico) muita comida! Primeira parada seria a capital Palermo, só para turistar um pouco, depois iria para uma pequena fazenda entre Módica e Ispica, para trabalhar por 2 semanas.

Até aí não sabia que seria uma das melhores experiencias da minha viagem.

A capital é a maior cidade da Sicília e quinta mais populosa da Itália, localizada na costa norte da ilha é o principal centro econômico, cultural e histórico. Fiquei apenas 3 dias, que foram o suficiente para conhecer o centro e passar o dia em uma cidade próxima chamada Mondello com uma praia sensacional, certamente uma das melhores que já estive.

IMG-20180313-WA0029
Praia em Mondello
IMG-20180312-WA0053
Catedral de Palermo

Depois de Palermo, fui para fazenda para começar minha primeira experiência. O combinado eram 5 horas/dia, de segunda a sexta. Em troca poderia dormir no local e fazer todas as refeições.

Il lavoro – O trabalho

07h15 o despertador toca.

Depois daquele café da manhã pra dar uma energizada, a primeira coisa a se fazer é soltar os cachorros e alimentar as galinhas. Os ovos são recolhidos só mais tarde, depois do almoço.

sss

Depois disso, é hora de trabalhar no campo. Limpar o terreno, arar a terra, estruturar o sistema de irrigação, e por fim, plantar. O trabalho por si só, foi um dos mais pesados que fiz até agora (trabalhar debaixo do sol arando a terra com uma enxada envolve um pouco mais de energia que ficar sentado na recepção de um Hostel rs).

IMG_20180319_113542107
Processo para arar a terra
IMG_20180323_171949103 (1)
Sistema de irrigação e já com os brotos plantados 🙂

Porém foi bem tranquilo. Já que é minha primeira experiência nesse contexto, eu via tudo como um aprendizado, para ser mais exato como um Workshop. Ou seja, agora vamos fazer o Workshop “Como plantar”, primeiro se deve deixar a terra bem arada, coloque o sistema de irrigação se possível, com cuidado…

Brisa ~
Já pensou se você levasse passagens difíceis da vida como um Workshop? Não importa a natureza da situação, sempre há aprendizados que podem ser considerados se você ver o ocorrido por outra perspectiva. A próxima vez que você se irritar com seu chefe, namorada(o), ou qualquer outra pessoa, pense que você está tendo de participar do workshop “Como lidar com pessoas difíceis”.

Outra parte do trabalho foi cozinhar. Além de ajudar a preparar as refeições, aprendi a fazer pão e macarrão caseiro, marmelada, doces e diversos outros pratos.

PÃO CASEIRO

Colagem sem título (1)

MACARRÃO CASEIRO

Colagem sem título (2)

IMG_20180321_131601395
hummmm…

Depois de comer, a soneca pós almoço é sagrada. Não só aqui mas na maioria dos lugares na Itália. Uma coisa bem louca é que até o comércio eles fecham depois do almoço la pelas 14h00 ou 15h00 e abrem só por volta das 17h00!

Pós soneca? Cafézinho é lei.

Qui si mangia bene

Aqui se come bem!

Nunca vi um povo que gosta de tanto de comida. E não digo só de comer, mas de falar sobre, é o assunto mais falado de longe.

O engraçado é que algumas pessoas sabem tudo em relação a determinado alimento. O dono do fazenda, por exemplo vai falar sobre queijo gorgonzola, aí ele cita uma dúzia de pratos diferentes para se fazer com gorgonzola, explica a história de 500 anos atrás da importância desse queijo como alimento da população, cita a geografia e as regiões onde é melhor para produção, e além disso, vai te detalhar o processo de digestão do queijo dentro do seu corpo.

Ou seja, sobre gorgonzola ele sabe receitas, a história, a geografia, a biologia e muito mais, é uma loucura!

Se comi macarrão? Sim, todos os dias e sempre de uma forma diferente (até com feijão experimentei). Aliás, deve-se comer macarrão logo após que ficar pronto, é a primeira entrada e a mais importante.

Colagem sem título

Salada? Sempre tem, mas é enfeite.

E atenção: Você será altamente julgado caso corte o macarrão (sim, me julgaram).

Grande experiência!

As 2 semanas se passaram muito rápido. A experiência foi melhor que eu pensava, pois foi algo diferente que me possibilitou muitos aprendizados e também comer muito bem. 

Aliás, nos meus dias livres pude visitar várias cidades aqui perto. Um das belas cidades foram: Siracura, Scicli, Noto e depois passei alguns dias em Catânia e Taormina.

IMG_20180325_165557831
Scicli
IMG_20180324_122403826
Siracusa
IMG_20180331_222114_873
Taormina
IMG_20180329_211518091
Catânia

Um ponto negativo talvez tenha sido a prática da língua. Um dos meus objetivos por eu ter vindo pra cá era a imersão no italiano, entretanto sempre houve voluntários que só falavam inglês 😦

Se você curte se conectar com a natureza, uma vida mais tranquila e comer de forma mais natural (e talvez em excesso), eu recomendo viver uma experiência assim!

Ci veddiamo.

zzCriador do desenvolva-C,
Viajante pelo mundo e
apaixonado por desenvolvimento pessoal

fb_icon_325x3251200x630bb

Um comentário sobre “Minha experiência trabalhando em uma fazenda na Sicília #semana31

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s