Os 3 grandes aprendizados durante minha viagem #semana22

Antes do desenvolvimento do turismo, viajar era concebido como um estudo, e seus frutos eram ornamentação da mente e formação do julgamento.

Paul Fussel, Abroad

Por enquanto foram 6 meses viajando. Conheci muitas pessoas, visitei diversos lugares, fiz grandes amigos e principalmente tive importantes reflexões e aprendizados, que gostaria de compartilhar aqui. 🙂

1. Saiba viver no fluxo da vida

sea-water-nature-ocean-waterfall-wave-705965-pxhere.com

Desapegue e se deixe levar.

Milhares de pessoas são consumistas, se apegam por suas casas, carros, telefones e outros bens materiais. Pratique a arte do minimalismo e viva melhor com menos, afinal são apenas “coisas”.

“Ah, mas eu não ligo para coisas, eu valorizo amizades e relacionamentos”.

Eu costumava pensar assim, mas também devemos desapegar das pessoas. É necessário aceitar o fluxo do rio da vida: Nada dura pra sempre e tão pouco possui consistência em sua forma. As coisas mudam, fazemos novos amigos e perdemos velhos, passamos por inúmeros relacionamentos e ainda ocorrem coisas piores que não compreendemos: pessoas que amamos se vão, seja para longe de nós ou para outro mundo espiritual.

É difícil aceitar isso, eu sei.

Quando se viaja, se conhece pessoas incríveis, amigos que você quer levar pra vida toda ou até relacionamentos com conexões fortes, mas que devem acabar, afinal cada um vai para outro lado do mundo depois. Ao dizer aquele adeus, fica aquela grande esperança “Tenho certeza que nos veremos novamente outro dia”.

Um dos maiores aprendizados que eu tive até agora é saber nadar nesse rio da vida. Não adianta tentar se segurar nas bordas, ou tão pouco nadar contra o rio, ele continuará fluindo. Não se apegue, saiba deixar as pessoas irem e seja grato por aquele amigo ter passado em sua vida.

Claro, isso não é só para pessoas que passam em nossas vidas, e sim para tudo. Seja um novo emprego, uma nova cidade que vai morar. Adapta-se a mudança, continue nadando e entre no flow.

2. As duas faces da rotina

beach-water-sand-sky-sunshine-car-971394-pxhere.com

Se alguém me perguntasse uma única resposta para conquistar grandes sonhos, eu com certeza diria: “Tenha hábitos eficazes!”.

Um grande projeto é como um quadro, uma obra de arte que ainda não existe no momento presente. Para criar uma verdadeira obra é necessário que cada pincelada seja precisa, feita por um grande artista. O grande segredo de tudo isso é que a soma de cada pincelada formará o todo da obra.

Não é de um dia para o outro que se conquista aquele corpo dos sonhos, e sim constantemente indo a academia acompanhado de hábitos alimentares saudáveis. Não é de um dia para o outro que você vai conseguir aquela vaga profissional tão desejada, e sim depois de muito tempo de estudo, trabalho e capacitações.

Isso é rotina.

É construir seu castelo, bloco por bloco.

Com hábitos eficazes, a cada dia você está 0,01% mais próximo do seu maior sonho. Apenas com uma rotina estruturada você pode alcançar grandes resultados, e isso só depois de alguns anos… afinal, não existem resultados rápidos.

Porém, existe um lado sombrio da rotina.

Quando entramos em uma rotina (mesmo que seja composta por hábitos eficazes), começamos a repetir ações diárias. O dias se repetem e seguimos com os mesmos hábitos, e aí o que acontece?

O tempo voa! Quando percebemos, anos se passaram.

Nesses últimos meses, depois de viver em mais de 5 países, aprender 3 idiomas e ter diferentes tipos de trabalho, uma coisa eu tenho certeza: Estou vivendo. Olhando para trás, posso ver quanta coisa diferente já fiz, grandes amigos, novos lugares e muitos aprendizados, tudo longe da rotina.

Porém possuir rotina, aliada com bons hábitos viajando é muito difícil, tudo muda sempre, você não tem seu “canto”. O que me leva a grande dificuldade na hora de continuar com grandes projetos.

Meu conselho aqui é o equilíbrio. Desenvolva rotina com hábitos eficazes, porém sempre aprendendo algo novo, seja visitando novos países, falando novos idiomas ou tocando instrumentos!

3. Sem desconforto, não há crescimento.

black-and-white-sport-photography-wheel-isolated-train-1402673-pxhere.com

Como diria meu amigo Arnold, “No pain, no gain”.

Durante minha viagem, tenho o objetivo de ficar aproximadamente 1 mês em cada país, trabalhando em algum local, seja Hostel, bar ou até mesmo fazendas.

Uma das coisas mais difíceis até agora tem sido a constante mudança. Após 1 mês eu começo a me adaptar ao local, crio um círculo de amizades, conheço os melhores pontos (não turísticos) da cidade e aprendo a cultura, seja a língua, gastronomia, etc. O problema é que quando começo a me adaptar, me mudo para outro local e tenho que começar todo o processo de adaptação de novo.

A mudança dói.

Quem nunca teve aquele frio na barriga quando era criança e tinha que ir no primeiro dia de aula? Ou então, primeiro dia de trabalho naquele novo emprego? O começo sempre é difícil, tudo novo – nossa mente não gosta quando saímos do “script”. Se fosse por nossas vontades naturais, tendemos sempre a ficar fazendo as mesmas coisas, morando no mesmo lugar, trabalhando de forma segura e tendo sempre o mesmo círculo social, queremos ficar confortáveis.

Meu amigo… o problema é quando você está confortável, você para de crescer.

Fuja do conforto.

Fuja da mesmice.

Pare um momento e pense na sua vida, qual foi a ultima vez que você fez uma coisa nova pela primeira vez? Acorde. Aprenda aquele instrumento que sempre quis, comece aquele curso de idioma, planeje aquela viagem dos seus sonhos e está infeliz no seu emprego? Se capacite, procure outro, saia da sua zona de conforto.

Fuja da mediocridade.

Abrace o imprevisível.

zzCriador do desenvolva-C,
Viajante pelo mundo e
apaixonado por desenvolvimento pessoal

fb_icon_325x3251200x630bb

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s