Como estou gastando 1€/dia na Europa #semana04

Já se perguntou como economizar naquela viagem dos sonhos?

O objetivo deste texto é explicar como realizar uma viagem de custo quase 0 para Europa, irei explicitar meu planejamento prévio financeiro e mostrar como estão sendo meus gastos semanais aqui em Barcelona.

Este conteúdo é voltado para viagens de longa duração, utilizando o Work Exchange como moeda de troca. Caso você não tenha lido sobre como funciona esse estilo de intercâmbio, pode dar uma conferida aqui: Projeto de 1 ano na Europa.

viajandoetrabalhando

Planejamento prévio

Como a maioria das pessoas (principalmente estudantes), eu não possuo muito dinheiro para viajar. Para realizar meus estudos na UFSC, sempre recebi auxílio dos meus pais nas contas gerais. Entretanto, durante toda a faculdade fiz estágios para guardar dinheiro para essa viagem.

Como dito antes, meu intercâmbio é focado em Work Exchange. Isso significa que estou trabalhando e viajando. Meu objetivo neste projeto é trabalhar além do previsto, assim possivelmente receberei estadia, comida e um salário. Ou seja, após um ano de viagem, quero ter conseguido dinheiro para pelo menos ter pago toda a experiência!

Sim, você precisa de uma reserva para emergências. Não é só sair pelo mundo viajando. Sem dinheiro, você pode ter muitos problemas e entrar em apuros. 😦

Mas quanto foi o valor guardado?

Passagem de avião

viajargastandopouco

O transporte com certeza é que mais gastarei durante toda minha viagem. Como todos sabem, a passagem de avião do Brasil para a Europa não é nada barata. Para realizar pesquisas por uma boa oferta, utilizei o Skyscanner e outros sites similares. Este texto não tem o objetivo de mostrar como comprar passagens baratas, para isso existem outros conteúdos mais específicos na internet.

Eu fiz várias pesquisas e comprei minha passagem com 4 meses de antecedência. Os voos mais baratos que achei na época foram pela Royal Air Maroc e Aeromexico. Geralmente vale a pena comprar ida e volta, porém comprei só de ida, já que ficarei um ano. O custo da passagem foi de R$1250,00, um valor em conta, mas com um porém: Destino era Madrid, mas com escala no México! Sim eu peguei 2 voos de 9 horas cada, foram quase 3 dias viajando!

Obs 1: Caso você não tenha cidadania, compre passagem ida e volta. Quem é de fora da UE, só pode ficar na Europa por no máximo 3 meses, sem a passagem de volta você não entra na Europa, a não ser que tenha visto de estudante, de moradia ou de trabalho.

Obs 2: Caso você tenha passaporte europeu, as coisas ficam mais fáceis. É necessário utilizar o passaporte brasileiro para saída do Brasil e o europeu para a entrada na Europa.

Seguro Saúde

viajar gastando pouco

Caso você não seja europeu, o seguro saúde também é obrigatório. O problema é que é um valor alto e pode sair em torno de R$300,00 por mês. Eu fechei apenas para os primeiros 3 meses da minha viagem e para os próximos penso que irei utilizar os hospitais públicos por aqui (ainda estou estudando a possibilidade).

Dica: Se você comprou sua passagem de avião com cartão de crédito, é bem provável que ganhe o primeiro mês de seguro saúde gratuito!

Simulação do custo total

Para ter uma estimativa quanto aos outros gastos, fiz uma simulação de quanto gastaria aproximadamente por mês, viajando e trabalhando. Tudo planejado em reais.

viajar sem gastar dinheiro

Provavelmente, durante todo meu intercâmbio receberei acomodação, porém deixei um valor reserva para uma emergência. O resto dos valores me baseei em várias pesquisas de custo de vida na Europa, o site que mais utilizei foi Quanto Custa Viajar. Nesta planilha, resumi os gastos diários do custo de vida de alguns países da Europa, da uma conferida! 😛

Assim, juntei uma quantia relativa a R$20.000,00 para um ano de viagem. Lembrando que meu objetivo é não utilizar esse dinheiro, e sim trabalhar para pagar o próprio projeto

Realidade – O quanto realmente estou gastando neste primeiro mês

Transporte

A locomoção foi o maior dos gastos. Sem contar a passagem para Europa, tive que comprar trem para Barcelona (70,00 €) no momento que cheguei em Madrid, já que as passagens de de ônibus (30,00 €) já estavam esgotadas.

Como todo viajante principiante, fiz cagada. Fiquei esperando o trem no aeroporto, porém eu deveria ter ido para a estação principal de trem de Madrid. Quando me dei conta, já estava prestes a perder minha passagem. Conclusão: Tive que pegar um táxi às pressas! Gastei mais 30,00 € nessa brincadeira 😦 Do terminal principal de BCN para o Hostel gastei mais 10,00 €, pois já era de madrugada e o metrô estava fechado.

Gastei algumas vezes com táxi por aqui, mas geralmente utilizo metro. Se você compra 10 tickets, sai por 10,00 €!  Em resumo, nos primeiros 3 dias, contando com trem e tudo, gastei €130,00. Porém, para os outros 27 dias do primeiro mês aqui em Barcelona, gastei apenas €20,00.

Alimentação

Se você quer viajar gastando pouco, raramente pode se dar ao luxo de comer fora. Em Hostels que oferecem boas oportunidades de trabalho, geralmente você ganha refeições. No meu caso, nós staffs recebemos uma quantia semanal mais que necessária para fazermos supermercado.

Em 1 mês de viagem, gastei 24,50 €!

Barcelona é uma das cidades mais caras da Espanha, mas mesmo assim acaba sendo em conta, pois é um dos países mais baratos da Europa.

Acomodação

Como estou trabalhando, possuo uma cama no quarto compartilhado junto com os staffs. Logo, o meu custo com acomodação foi de 0,00 €. Talvez esse seja um dos principais benefícios do Work Exchange. Por exemplo, o custo diário de uma cama aqui no Hostel é de aproximadamente 30€/noite, ou seja, estou economizando em torno de 900,00 € por mês apenas com estadia!

Festas/Bebidas

Provavelmente meu segundo maior gasto :). Quando se trabalha em um hostel, normalmente você ganha bebidas e entradas em festas, aqui não é diferente. Porém, mesmo assim me empolguei na primeira semana e acabava gastando bastante em cerveja.

Neste mês, no total foi de aproximadamente 55,00 €.

Aspectos gerais

Ao longo deste mês, sem contar a passagem do Brasil para cá, tive um total de gastos em torno de 300,00 €. Para ficar mais visual fiz um gráfico por categoria:

planejamento financeiro europa

O transporte é de longe o maior gasto neste estilo de viagem. Por outro lado, gastos como estadia e alimentação são mínimos!

planejamento financeiro viagem

Além disso, é possível perceber que meu custo de vida para morar em Barcelona está sendo bastante baixo, excluindo a primeira semana (grandes gastos com transporte), estou vivendo aqui na Europa com aproximadamente 40,00 €/semana. Isso é um pouco mais de 5,00 €/dia.

viajar gastando pouco

Como ganhar dinheiro?

Geralmente as jornadas de trabalho durante um Work Exchange são curtas, sendo em torno de 20 a 25 horas por semana. Sendo assim, sobra tempo para arranjar algum trabalho informal para descolar uma grana extra. Normalmente, o mais fácil de se fazer e trabalhando com maior carga horária no Hostel.

Depende muito do lugar, mas aqui tive a oportunidade de começar a trabalhar 40 horas por semana, em troca irei ganhar, além de estadia e acomodação, um valor de 315,00 € por mês. Convertendo em real parece alto, porém em poder de compra em euro não é muita coisa. Entretanto como já não estou gastando nada, será muito bom! Além do mais, o trabalho é tranquilo, contarei mais nos próximos posts, mas basicamente se resume em limpeza (apenas varrer, passar pano, etc), cozinhar, preparar sangria e sair com os hospedes pra balada.

Dependendo do dia, tenho que fazer turnos na recepção de noite também (00h00 – 08h00), é um pouco chato e cansativo ficar acordado na madrugada inteira, porém é muito tranquilo e não tenho grandes responsabilidades. Sobra tempo para estudar inglês, escrever meus textos e até assistir séries.

viajando por trabalho

Para quem está acostumado com o Brasil, meu trabalho por aqui está sendo praticamente férias! No Brasil estudava em torno de 25 horas por semanas e trabalhava 25 horas. Nada se compara às minhas 40 horas aqui.

O problema é que não é tão fácil conseguir trabalhos em troca de estadia, comida e dinheiro. É necessário ter passaporte europeu para trabalhar legalmente, se não, só será possível realizar trabalhos não legalizados.

Por outro lado, há inúmeras possibilidades de trabalhos para nômades, como por exemplo professor de inglês, fotografo, desenvolvedor, programador, etc. Veja mais aqui.

Sim, tem que fazer alguns sacrifícios

É impossível viajar para Europa querendo comer todos dias fora, ficar nos melhores hotéis e ainda assim gastar pouco. É preciso economizar e a melhor forma pra fazer isso é trabalhando enquanto viaja.

No meu caso, se eu colocar na balança o quanto gastei e quanto irei ganhar por meu trabalho, irei ficar quase no zero a zero, até menos de 1€ por dia. Entretanto esse é o meu estilo de viagem, você deve escolher o que se encaixa melhor pra você de acordo com seus recursos disponíveis. 

Estou fazendo esses textos pois tive dificuldade de achar conteúdo de qualidade no planejamento da minha viagem. Espero ajudar quem estiver inciando projetos similares. Nas próximas postagens irei explicar um pouco mais como está minha rotina aqui em Barcelona!

Se você tiver alguma duvida pode deixar nos comentários, quando eu tiver um tempo prometo que responderei!! Será um prazer ajudar.

zzCriador do desenvolva-C,
graduando de Engenharia de Produção da UFSC,
Viajante pelo mundo e
apaixonado por desenvolvimento pessoal

fb_icon_325x3251200x630bb

4 comentários sobre “Como estou gastando 1€/dia na Europa #semana04

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s